Política

Com decisão do STF, defesa pede liberdade de Lula e José Dirceu

O Supremo Tribunal Federal ainda não publicou a medida, mas a defesa de Lula e José Dirceu afirma que o alvará de soltura já pode ser expedido.
  • LUCAS KLISMAN
08/11/2019 14h25 - atualizado

Na manhã desta sexta-feira (8) as defesas do ex-presidente Lula (PT), e do ex-ministro José Dirceu, entraram com uma petição na Justiça para a liberdade do petista e do ex-ministro. Essa iniciativa ocorreu após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar a prisão para condenações em 2ª instância.

  • Foto: DivulgaçãoEx-presidente LulaEx-presidente Lula

O advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin, se reuniu com o petista em Curitiba, na sede da Polícia Federal (PF). Cristiano conta que aconselhou Lula a solicitar sua liberdade. "Nós aconselhamos o ex-presidente Lula a fazer o pedido para a sua liberdade estabelecida, com base na decisão proferida ontem pelo Supremo Tribunal Federal. Saímos da reunião e já protocolamos esse pedido, e agora iremos conversar com a doutora Carolina Lebbos, que deve analisar o pedido que acabamos de fazer", afirmou o advogado.

De acordo com a defesa do ex-ministro José Dirceu, que cumpre pena no Complexo-Médico Penal em Pinhais, Região Metropolitana da capital paranaense, mesmo que a decisão do STF não tenha sido publicada, o alvará para a liberdade do ex-ministro pode ser expedido. "Embora a decisão que fundamenta o presente pedido não tenha sido publicada, o julgamento foi realizado em sessão pública e transmitido pela TV Justiça e pela imprensa com repercussão nacional, sendo, portanto, fato jurídico notório", diz parte do pedido.

Mais na Web