Coronavírus no Piauí

Covid-19: Idosos reclamam de filas e demora para vacinação em Teresina

O foco nesta sexta será os idosos de 80 anos, e no sábado (13), será a vez daqueles com 79 anos de idade.
12/03/2021 10h12 - atualizado

Fila de vacinação para idosos em Teresina

Na manhã desta sexta-feira (12), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou a vacinação contra a Covid-19 para idosos de 80 e 79 anos.

O foco nesta sexta será os idosos de 80 anos, e no sábado (13) será a vez daqueles com 79 anos de idade.

Durante a vacinação no posto drive thru na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI), aqueles que estavam levando seus pais ou avós na faixa etária de 80 anos para receber a vacina, relatam que tiveram que chegar por volta das 5hs para garantir os primeiros lugares.

De acordo com o aposentado Francisco de Assis, que conta está na fila desde às 4hs para poder garantir a vacinação o mais cedo possível, não houve planejamento por parte da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

"Eu acho que esse negócio aqui tinha que começar mais cedo. Começar 9hs porque não tem ninguém pra tirar a vacina, isso é conversa fiada, tinha que começar mais cedo pra respeitar pelo menos os idosos. Isso tá errado, muito errado", comentou.

Ainda sobre o assunto ele afirmou: "Já são cinco horas de espera, a gente vem pra vacinar cedo porque tem outras coisas pra fazer. Minha filha e minha sobrinha vieram me auxiliar, mas eles têm outras coisas pra fazer. É uma falta de respeito", concluiu.

Segundo João Santos, que levou sua mãe para receber a vacina, não houve um preparo da prefeitura em relação a demanda, e que esse problema na demora já vem acontecendo em etapas anteriores: "A Prefeitura teve o tempo de se preparar tendo em vista que nós já tivemos outras etapas. Então, eles tiverem como se preparar para esse momento analisando o que aconteceu nas outras etapas. Eu espero que eles tenham regularizado alguns problemas e a vacinação seja mais rápida", destacou.

A FMS disponibilizou aos teresinenses que não puderem comparecer aos postos de vacinação Drive thru, o site Vacine Já para agendamento das doses de vacina contra a doença, mas segundo relatos o site não disponibiliza uma data para a vacinação.

A professora Socorro Tabatinga, conta que agendou para sua mãe receber a dose da vacina em casa, mas que não há uma resposta do site, então resolveu ir ao ponto de vacinação mesmo sua mãe sendo cadeirante.

"Há pessoas que estão acamadas ou que são cadeirantes que tem mais dificuldade de vir pra fila da vacina, a gente faz uma inscrição no site da prefeitura pra que a Fundação manda alguém vacinar em casa, mas acontece que eles não dão nenhuma previsão, não diz se vão, quando vão fazer e a gente fica à mercê. Chega a data da idade do idoso e a gente não quer perder, até com medo dessa vacina demorar", destacou.

Para Socorro, a prefeitura não está cumprindo com a demanda e que até mesmo no site não há uma previsão de datas. "É bom a prefeitura repensar e tentar viabilizar essa demanda também, pelo menos fornecendo uma previsão de data 'Olha tal dia, tal hora vai acontecer' porque a gente fica com medo de perder e a gente tem que se submeter a uma fila dessa", finalizou.

Mais na Web