Polícia

Juiz decreta prisão preventiva de acusado de agredir mulher em Altos

Segundo o juiz, Raimundo César é ainda acusado de ameaçar de morte os próprios filhos e já responde processos por violência doméstica.
16/04/2021 08h41 - atualizado

Na noite dessa quinta-feira (15), o juiz Ulysses Gonçalves da Silva Neto, da Vara única da Comarca de Altos, converteu em preventiva a prisão de Raimundo César da Silva, preso em flagrante, acusado de agredir a esposa e ameaçar de morte o filho.

A prisão preventiva foi decretada aos o pedido do Ministério Público do Piauí (MPPI). A Defensoria Pública pediu a concessão de liberdade, contudo, o magistrado definiu que, pelo depoimento da vítima e devido ao fato de Raimundo César já responder processos por violência doméstica, manter sua decisão.

Segundo relato da vítima a polícia, ela chegou em casa afirmando que iria embora e, Raimundo César disse que a esposa só sairia de lá dentro de um caixão, foi quando começaram as agressões com murros e tapas, a mulher afirmou ainda que o companheiro mordeu no lado esquerdo de sua face. A jovem também revelou que o esposo chegou a ameaçá-la de morte juntamente com seus dois filhos.

O juiz entendeu que Raimundo César representa um perigo para a sociedade. Assim, o magistrado decretou a prisão preventiva do acusado, determinando sua imediata remoção para a Casa de Custódia em Teresina.

“Decreto a prisão preventiva de Raimundo Cesar da Silva, qualificado nos autos, para que permaneça custodiado à disposição deste juízo”, sentenciou o juiz Ulysses Gonçalves.

Mais na Web