Polícia

Juiz manda soltar acusada de matar colega com tesoura em Teresina

O crime aconteceu no dia 30 de julho deste ano, em Teresina. A decisão é do juiz Sandro Francisco Rodrigues.
08/09/2020 06h24 - atualizado

A acusada de assassinar a tesouradas a colega de trabalho Silvana Oliveira Lima, teve a liberdade provisória concedida pelo juiz Sandro Francisco Rodrigues, da 2º Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina.

O crime aconteceu no dia 30 de julho deste ano, em Teresina. A decisão do juiz é do dia 20 de agosto.

Segundo o magistrado, a acusada Maria do Socorrro não representa risco para a sociedade, e não tem amparo nos elementos constados nos autos para que ela seja mantida em custódia cautelar. Ele ressalta ainda que ela não possui antecedentes criminais.

  • Foto: DivulgaçãoVítima Silvana de OliveiraVítima Silvana de Oliveira

“Verifica-se que a denunciada não responde a outro processo criminal. Nota-se a inexistência de qualquer passagem policial. Destaco ainda, não haver notícia no ambiente de trabalho, pelos demais colegas de labor, de qualquer informação que desabone a conduta e o comportamento (como agressivo) da acusada, anteriormente ao ocorrido. Não há demonstração do perigo de que solta, voltará a praticar delitos contra outras pessoas”, disse o magistrado.

A acusada foi presa em flagrante e a prisão preventiva determinada no dia 03 de agosto. No dia 07 agosto ela foi indiciada pela Polícia Civil, através do Núcleo de Feminicídio do DHPP, por homicídio duplamente qualificado.

Mais na Web