Piauí

OAB-Piauí parabeniza Kassio Nunes por indicação ao STF

De acordo com a OAB Piauí, caso seja aprovado pelo STF, Kássio Nunes será o sexto piauiense a compor a Corte.
02/10/2020 15h00 - atualizado

Nesta sexta-feira (02), a Ordem dos Advogados do Brasil, secção Piauí (OAB-PI), por meio de nota parabenizou o advogado Kássio Nunes pela indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a OAB-PI, a indicação feita foi feita pela presidente da República por meio da Mensagem nº 565, publicada no Diário Oficial da União, nesta sexta-feira, e caso seja aprovado pelo STF, Kássio Nunes será o sexto piauiense a compor a Corte.

  • Foto: DivulgaçãoKássio NunesKássio Nunes

Segundo a OAB, Kássio Nunes se formou em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), exerceu a Advocacia por cerca de 15 anos e nesse período fora eleito Conselheiro Seccional da OAB Piauí (de 2007 e 2009); Conselheiro Federal Suplente da OAB (2010 a 2011); e ocupou cargo no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) como jurista representando a Advocacia por duas vezes (2008/2010 – 2010/2011).

Ainda conforme a OAB, Kássio Nunes foi escolhido pelos seus pares do Conselho Federal da OAB para integrar a lista tríplice para preenchimento da vaga de Desembargador do Quinto Constitucional. Indicado para a Corte Federal, iniciou sua trajetória na Magistratura, realçando a firmeza de suas decisões e o respeito pela Advocacia e pelo sistema OAB.

“Kássio Nunes Marques é um jurista competente e atuante que muito dignificará nossa Suprema Corte. Notabiliza-se por ser bastante acessível à Advocacia e pela ponderação de suas decisões. Como Desembargador Federal destacou-se pela produtividade e gestão processual, características que em muito contribuirão para a efetividade jurisdicional. A OAB Piauí congratula e parabeniza Kássio Nunes Marques, mas certamente quem ganha com a sua indicação é o Poder Judiciário e toda a sociedade brasileira”, escreveu o presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto, em um trecho da nota.

Mais na Web