Política

TCU encaminha ao TSE lista com quase 8 mil políticos inelegíveis

Como a lista é atualizada diariamente pelo Tribunal de Contas da União, esses números podem sofrer alterações.
15/09/2020 09h15 - atualizado

O ministro José Mucio Monteiro, presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), entregou a relação com o nome de quase 8 mil gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares pela Corte de Contas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nessa segunda-feira (14).

Normalmente, a data de entrega da lista para o TSE ocorre até o dia 15 de cada ano eleitoral, mas devido à pandemia da Covid-19, foi prorrogada até o dia 26 de setembro.

Na segunda-feira (14), a região Nordeste aparece com 2.924 nomes na lista, seguida pela região Sudeste, com 1.685 gestores. As regiões Norte e Centro-Oeste trazem, respectivamente, 1.317 e 826 nomes. Já no Sul aparecem 582 pessoas. Como a lista é dinâmica, esses números podem sofrer alterações diariamente. O TCU fará a atualização diária desses dados até o último dia do ano. Cabe à Justiça Eleitoral, dentro dos critérios legais, declarar ou não a inelegibilidade desses gestores.

A lista contempla todos os responsáveis que tiveram suas contas julgadas irregulares com trânsito em julgado a partir de 15/11/2012 (últimos 8 anos) e portanto, não poderão participar do pleito de 2020 por estarem inelegíveis. Após sua disponibilização, a lista será atualizada diariamente.

Como acessar a lista

O Tribunal disponibiliza a lista de responsáveis com contas julgadas irregulares, em tempo integral, na página https://contasirregulares.tcu.gov.br/ordsext/f?p=105:2:0:::::

Para acessar os dados segmentados por ano, estado, município, entre outros tipos de relatórios, acesse: https://contasirregulares.tcu.gov.br/ordsext/f?p=105:16

Veja também a cartilha que o TCU preparou sobre o tema.

Como emitir certidões negativas

• na página https://contasirregulares.tcu.gov.br/ordsext/f?p=105:2::::::

• por meio de sua Carta de Serviços https://portal.tcu.gov.br/carta-de-servicos/, opção Certidões e cadastro de sanções);

• e pelo Chatbot Zello, o assistente virtual do TCU que funciona por meio do aplicativo WhatsApp. Salve o número 61 3527-2000 e converse com o Zello.

Mais na Web