Coronavírus no Piauí

Wellington Dias quer que vacinação comece no máximo até amanhã

O Instituto Butantan e o governo de São Paulo, liberaram 6 milhões de doses da CoronaVac para serem distribuídas no Brasil.
18/01/2021 08h51 - atualizado

Na manhã desta segunda-feira (18), em reunião com o ministro da saúde Eduardo Pazuello, o Governador Wellington Dias (PT) defendeu que a vacinação contra a Covid-19 seja iniciada nesta segunda-feira (18), ou no mais tardar até amanhã, terça-feira (19).

Os governadores de outros estados brasileiros, que também se fizeram presentes, defenderam a antecipação, já que as doses já estão em São Paulo. No Piauí, a primeira pessoa poderá receber a vacina ainda hoje à tarde ou a noite, e vai depender da chegada das doses da Coronavac.

O Instituto Butantan e o governo de São Paulo, liberaram 6 milhões de doses da CoronaVac para serem distribuídas aos estados. A vacina está sendo entregue aos representantes de todos os estados do Brasil. O Ministério da Saúde liberou, a partir de hoje, a vacinação contra o coronavírus, em todo o país.

Wellington Dias disse que será iniciada a vacinação em todo o país, para as classes prioritárias, que são: indígenas, pessoal da saúde, pessoas com comorbidades e idosos acima de 75 anos.

“Vamos conseguir vacinar, aproximadamente, 2,5% da população brasileira. O mais importante é que vamos colocar e garantir vacina em todo o Brasil, para todas as pessoas que demandarem por vacina”, disse Wellington.

Os primeiros voos sairão de São Paulo, primeiramente para o Distrito Federal e para as capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

Mais na Web