Viagora

“Não faria objeção”, diz Graça Amorim sobre candidatura a vice

A vereadora comentou sobre o assunto em evento de filiação do Progressistas, realizado na Câmara Municipal de Teresina nessa segunda-feira (9).

Na manhã dessa segunda-feira, 9 de março, o Progressistas realizou um evento de filiação no Salão Nobre da Câmara Municipal de Teresina. Na ocasião, a vereadora Graça Amorim, líder da base do prefeito Firmino Filho, assinou a filiação e trocou o PMN pelo PP.

De acordo com a parlamentar, a filiação ao Progressistas já era dada como certa desde que recebeu o convite para integrar os nomes da sigla.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraVereadora Graça Amorim.Vereadora Graça Amorim.

“Nós fomos convidados há muito tempo, estávamos esperando exatamente a janela para que nós pudéssemos nos filiar ao Progressistas. A nossa intenção é colocar mais uma vez o nosso nome à disposição de Teresina para disputar a vereança. Um trabalho que já fazemos ao longo de quatro mandatos e eu estou à disposição do partido”, disse.

Questionada sobre estar sendo cotada como a possível vice na chapa do pré-candidato indicado pelo prefeito Firmino Filho, Graça Amorim afirmou que se sente pronta para a missão, mas que a decisão caberá ao prefeito e ao senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

“Quando a gente ingressa em um partido, a gente tem que colocar o nosso nome para qualquer embate. Se esse for o desejo do Progressistas, com certeza não vai ser a vereadora Graça Amorim que vai fazer qualquer objeção”, afirmou.

A parlamentar ainda comentou sobre a possibilidade da sua irmã, Maria Vilani da Silva, atual superintendente de Desenvolvimento Rural da Prefeitura de Teresina, ser candidata a vereadora em seu lugar. “É o mesmo que dar uma paulada nela [risos]. Seria uma boa escolha, mas não é o desejo dela”, finalizou.

Facebook
Indicado para você
Veja também