Viagora

Deputada estadual Teresa Britto quer autonomia financeira da UESPI

A parlamentar recebeu a visita da chefe de gabinete da governadora para falar sobre a continuidade da comissão de autonomia financeira e administrativa da Uespi

A deputada estadual Teresa Britto (PV), em sessão na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), realizada na última segunda-feira (25), reforçou o requerimento a governadora do Piauí, Regina Sousa, sobre a continuidade da comissão que estuda a autonomia financeira e administrativa da Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

Em entrevista ao Viagora nessa quarta-feira (27), a parlamentar informou que está em contato com a equipe da governadora e continuará com as cobranças. “Eu já conversei com a chefe de gabinete dela que esteve aqui conosco e estamos esperando, e vamos da continuidade a esse processo todo de cobrança”, disse a deputada.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraDeputada Teresa Britto
Deputada Teresa Britto

Segundo Teresa Britto (PV), a comissão já existe, mas com a saída do ex-secretário de administração Merlong Solano, não tem mais informações do andamento do trabalho. “A comissão ela já existe só que com a saída do ex – secretario de administração Merlong Solano eu não sei quem assumiu, e não sei como é que está o trabalho. Esse decreto que foi baixado pelo governador em 2019 ainda, ele era exatamente para fazer todo esse tramite de passar a Universidade Estadual a ser autônoma financeiramente e administrativamente, que é o que toda a comunidade acadêmica quer e toda a comunidade de docentes”, disse Teresa Britto.

Ainda de acordo com a parlamentar, com a autonomia, a Uespi pode fazer um planejamento para priorizar as necessidades da universidade. “É um pleito onde eles vão poder fazer um planejamento organizado priorizando as necessidades da universidade, desde a comunidade acadêmica a cientifica, então com esses recursos por que a partir dos momentos que ela passe a ser autônoma financeiramente e administrativamente, a partir desse momento, ela vai poder fazer esse planejamento, fazer suas prioridades”, explica a deputada.

Facebook
Indicado para você
Veja também