Viagora

Caso Lucas Vinicíus: Até agora não temos indícios de crime, diz Baretta

O estudante de Direito desapareceu no último dia 24 de abril, por volta da 1h da madrugada na zona Leste de Teresina.

Nesta terça-feira (10), em entrevista ao Viagora, o coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Baretta, falou sobre as investigações acerca do desaparecimento do estudante de Direito Lucas Vinícius Monteiro de 24 anos em Teresina.

O jovem desapareceu no dia 24 de abril de 2022, por volta da 1h da madrugada. Ele foi visto pela última vez, próximo a mureta da ponte Juscelino Kubitschek, pela sua namorada, identificada como Gabriela Vasconcelos.

Foto: Arquivo pessoal/ InstagramLucas Vinícius
Lucas Vinícius

De acordo com informações repassadas pelo delegado Francisco Baretta, as investigações estão encaminhadas e bem operacionalizadas, ele também comenta que não há indícios de crime. “Até agora nós não temos indícios de crime, a investigação está encaminhada, a delegada Fernanda está fazendo um trabalho muito bom, a investigação está bem operacionalizada, hoje pela manhã conversei com ela, ela mostrou o que ela fez e o que ela está fazendo, as medidas que ela já tomou e o que já estão solicitadas ao poder judiciário, acredito que nos próximos dias nos estaremos esclarecemos os fatos”, informa o delegado.

Foto: Luís Marcos/ViagoraDelegado Barêtta, coordenador do DHPP.
Delegado Barêtta, coordenador do DHPP.

Ainda de acordo com o delegado Baretta, todos os envolvidos no caso foram ouvidos, inclusive a equipe de bombeiros que atendeu a ocorrência. “Foi ouvido todo mundo, os familiares deles, a namorada, ela já ouviu o pessoal do corpo de bombeiros que atenderam a ocorrência e outras pessoas, mas a investigação está continuando”, afirma.

O coordenador o DHPP, também informa que a delegada Fernanda Novaes, titular da Delegacia de Desaparecidos, se pronunciará assim que o caso for encerrado. “A delegada Fernanda disse que pretende se pronunciar na conclusão do inquérito”, explicou.

Sobre o caso

O estudante foi visto pela última próximo a mureta da ponte, vestindo uma camisa preta, calça verde escuro e tênis.

O rapaz é natural de São Paulo e mora em Teresina há cerca de dois anos. A suspeita é que o jovem tenha sido levado pelas águas do rio.

De acordo com informações divulgadas pelo advogado da namorada do estudante que estava com ele na madrugada do desaparecimento, o casal voltava de uma festa e durante o caminho o estudante tentou pular do carro em movimento que ela dirigia, a obrigando a parar o veículo e ao sair do carro, após ter caminhado até a beirada da ponte Juscelino Kubitschek e teria caído.

Família busca por informações

Nessa segunda-feira (09), a família do estudante divulgou nas redes sociais do jovem, um apelo em busca de qualquer informação a respeito do paradeiro de Lucas Vinícius, que está desaparecido há cerca de 16 dias.

Facebook
Indicado para você
Veja também