Viagora

Teresina volta para faixa verde de transmissão da Covid-19

De acordo com a FMS, a capital encontrava-se na linha na faixa amarela de transmissão do vírus desde o dia 19 de junho.

Em relatório da 29ª semana epidemiológica (17 a 23 de julho), a COE-Fundação Municipal de Saúde (FMS), apontou que transmissão de Covid-19 apresentou redução de 33% no número de casos da doença, registrando menos de 200 registros por 100.000 habitantes em uma semana na capital. A redução faz Teresina retornar à faixa verde de transmissão do vírus.

De acordo com Marcelo Adriano Vieira, virologista do COE-FMS, a Agência Internacional para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão que classifica a transmissão da doença através de cores, leva o número de internações recentes e percentual de leitos ocupados na cidade. “Na última semana foram registradas 4,8 internações / 100.000 habitantes (ou seja, < 10/100.000) e 5,7% do total de leitos hospitalares da cidade estavam ocupados por pacientes com Covid-19 (< 10%)”, explica Marcelo Vieira.

Foto: DivulgaçãoNovo coronavírus
Novo coronavírus

Conforme informações da FMS, Teresina estava na faixa amarela de transmissão desde o dia 19 de julho, e por isso os cuidados devem continuar. ““Felizmente, na onda atual de casos de Covid-19, a capital não chegou a atingir o nível vermelho, de alta transmissão da doença”, destaca o virologista Marcelo Adriano Vieira.

Segundo o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, as medidas de vigilância com o novo coronavírus devem continuar em rigor. “As internações por Covid-19 são prolongadas e cumulativas. Além disso, os hospitais de Teresina recebem grande parte da demanda dos casos graves vindos das cidades do interior do estado, onde a transmissão ainda pode estar mais acentuada”, pontua Albuquerque.

Facebook
Indicado para você
Veja também