Viagora

Deputada Teresa Britto analisa participação do PV em federação

A parlamentar afirmou que o diálogo está sendo articulado em âmbito nacional com o presidente nacional do partido.

Na manhã desta terça-feira (14), a deputada estadual Teresa Britto, vice presidente nacional do PV, declarou que o Partido Verde está em tratativas para formar federação partidária visando a disputa eleitoral em 2022.

A parlamentar afirmou que o diálogo está sendo articulado em âmbito nacional com o presidente nacional do partido, José Luiz Penna, mas que ainda aguarda reunião da executiva para se interar melhor sobre o assunto.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraDeputada Teresa BrittoDeputada Teresa Britto

“Existe um grupo que está discutindo a nível nacional, esse grupo inclusive integra o próprio presidente do partido e estamos esperando para ter uma reunião da executiva como um todo para receber essas informações mais diretamente. Eu não estou fazendo parte desse grupo, porque eu estou no Piauí e diante do encerramento das atividades, com muito trabalho, não estou presente pessoalmente nessas tratativas, estou só acompanhando”, explica Teresa Britto.

Ao ser questionada se deixaria o partido neste cenário de integração entre o PV e PT, a deputada destacou que tem uma história muito longa junto a legenda e que precisa analisar melhor antes de tomar uma decisão.

“Eu sou apaixonada pelo Partido Verde, a minha história no PV é longa, eu me elegi como vereadora a primeira vez no PV, já são vários anos, desde 2003 que eu estou no partido verde, cheguei a instância nacional como vice presidente, temos feito um trabalho no estado do Piauí com o partido, inclusive seminários, uma história muito longa, então é preciso fazer uma reflexão bem longa", afirma a deputada.

Teresa Britto também ressaltou que o Partido Verde não perderá sua participação política e independência como partido se a federação partidária se concretizar.

“É preciso fazer uma reflexão bem longa porque o PV se participar de uma federação vai continuar com seu programa, com seu número, com a sua independência como partido e vai continuar existindo, apenas numa federação lá em cima, mas o partido continuará sendo um partido”, conclui a parlamentar.

Facebook
Indicado para você
Veja também