Viagora

Juiz manda retirar do ar página fake contra Wellington e Rafael

O então presidente estadual do partido, deputado Francisco Limma, foi responsável por protocolar a ação em representação ao Partido do Trabalhadores.

Nessa segunda-feira (09), uma decisão divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) determinou a suspensão das páginas fakes intituladas “Pior Pro Piauí”, que publicava postagens de cunho depreciativo contra o pré-candidato ao Senado Federal, Wellington Dias, e o pré-candidato a governador, Rafael Fonteles, nas redes sociais Instagram e Facebook.

De acordo com o TRE-PI, o então presidente estadual do partido, deputado estadual, Francisco Limma, foi responsável por protocolar a ação em representação ao Partido do Trabalhadores, e a medida foi julgada pelo Juiz Marcelo Leonardo Barros Pio.

Foto: ViagoraTribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).
Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).

Ainda conforme o órgão, a ação foi julgada como propaganda antecipada e negativa contra o ex-governador e o ex-secretário de Fazenda do Estado. O juiz Marcelo Leonardo entendeu que os perfis postavam temáticas de cunho eleitoral com o único objetivo de depreciar a honra e a imagem dos pré-candidatos.

No documento da decisão, o órgão menciona exemplos de publicações que visam macular a imagem dos petistas, como a publicação que insinuava que a legenda havia realizado compra de pesquisas falsas e votos.

Facebook
Indicado para você
Veja também