Viagora

"Sílvio e Rafael não representam novidade", diz Gustavo Henrique

O presidente do Patriotas no Piauí, anunciou nessa terça-feira 10, a pré-candidatura ao Governo do Estado.

Nesta quarta-feira (11), em entrevista ao Viagora, o pré-candidato ao Governo do Piauí pelo Patriotas e também presidente estadual do partido, Gustavo Henrique, falou sobre a disputa.

O pré-candidato explica que vê sua a disputa ao governo como uma missão e que o objetivo do partido é quebrar uma polarização artificial criada pelo comodismo no meio político.

“Eu vejo isso como missão, uma grande responsabilidade, não é meramente ser candidato por ser candidato,  a gente encara essa missão com muita responsabilidade, uma missão de verdade, até por que eu entendo que política de fato é missão e não meio de vida, então o grupo de pré-candidatos a deputado estadual, federal, o partido com a executiva estadual, entende que nós temos que quebrar essa polarização artificial que foi criada, por conta do comodismo, da situação política, de polos antagônicos que na verdade não são antagônicos”, disse Gustavo Henrique.

Foto: Arquivo pessoal/ InstagramGustavo Henrique, Pré-candidato ao governo do Piauí pelo Patriota
Gustavo Henrique, Pré-candidato ao governo do Piauí pelo Patriotas

Gustavo Henrique também afirmou que a mudança de partido feita por Sílvio Mendes que deixou o PSDB e foi para União Brasil, foi apenas uma questão de estrutura. “A gente tem ai um candidato  a governador que  representa o modelo atual de governo, que na verdade de novo só tem a idade que foge do padrão dos últimos 30 anos, um candidato a  governador, um candidato a governador com menos de 40 anos, e o outro lado um candidato apoiado por um expecto politico que já foi do atual governo, participou da construção do atual modelo, mudou de partido inclusive o Dr, Silvio, era a cara também do PSDB em especial de Teresina e mudou de partido por uma questão de estrutura, não foi só por conta da confusão de uma federação até porque ficou aí bem claro que a federação PSDB e Cidadania ficaria com ele de qualquer maneira, ele filiado ao PSDB, seria o candidato do PSDB, mas ele foi para o União Brasil por uma questão, respeitamos é uma posição bem pessoal, a gente entende que é uma questão estrutural”, falou.

O representante do Patriotas também comentou que não vê os pré-candidatos Sílvio e Rafael trazendo nenhuma novidade e que fazem parte do grupo político que participou da construção do atual modelo de governo. “ Sílvio e Rafael não representam novidade. O Rafael, a única novidade do esquema governista é que o candidato a governador foge do padrão etário, a idade, ele é um candidato com menos de 40 anos de idade, e que aproximadamente nos últimos 30 anos os candidatos não eram desse padrão etário. E o Sílvio não representa novidade nenhuma, está a representar o campo politico que representa o atual presidente da republica e que a nível regional que esteve também no governo do estado até bem pouco tempo, ou seja, participaram da construção do modelo de gestão atual”, afirma.

Gustavo Henrique anunciou sua pré-candidatura nessa terça-feira (10), através de suas redes sociais.

Facebook
Indicado para você
Veja também