Viagora

Até o final de maio anunciaremos a 2ª suplência, diz Wellington

O ex-governador afirmou que tem analisado a composição desta chapa junto ao Solidariedade e descartou a possibilidade do Republicanos garantir espaços nessa conjuntura devido um impedimento nacional.

Na manhã desta quinta-feira (12), o pré-candidato ao Senado Federal, Wellington Dias, e ex-governador do Piauí, anunciou que a escolha do nome para ocupar a segunda suplência de senador deve ser anunciada até o mês de maio. O partido Solidariedade, presidido estadualmente pelo deputado Evaldo Gomes, é o encarregado de fazer a indicação, a primeira suplência já foi preenchida pelo PSD, por Jussara Lima, esposa do deputado federal Júlio Cesar.

Questionado sobre a possibilidade do Republicanos fazer a indicação devido a aproximação com a sigla, Wellington Dias explicou que a posição do PT sobre oferecer a vaga ao Solidariedade já foi decidida. O ex-governador afirmou que tem analisado a composição desta chapa junto ao partido.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraEx governador Wellington Dias
Ex governador Wellington Dias

“Já temos uma posição em relação ao Solidariedade, estamos tratando do entendimento em relação a nomes, embora seja o suplente de uma vaga que disputa para o senado, mas a gente trata com o conjunto dos partidos e com certeza até o final de maio teremos condições de anunciar”, enfatiza.  

Wellington Dias ainda pontuou que possui uma boa relação com o Republicanos, mas que não há espaços para a legenda na chapa por conta de um impedimento nacional ocasionado pela regra eleitoral.

“O problema de ter [espaço para o Republicanos na chapa] é o fato dele estar em uma outra chapa nacional, ela criou um impedimento pela regra eleitoral. Tem bons quadros também, nós temos uma boa relação com o Republicanos e trabalhamos com o compromisso de campo político no Piauí e várias regiões do Brasil, vários parlamentares cito aqui o Silvio Costa, como outros líderes que estiveram dia 07 no lançamento de Lula e Geraldo Alckmin na composição das nossas pré-candidaturas e aqui no Piauí uma relação muito estreita e vamos dialogar, atuando juntos, claro sabendo que temos que cumprir alguns limites para cumprir a legislação eleitoral. Há esse impedimento do ponto de vista da regra nacional”, complementa Wellington Dias.

Facebook
Indicado para você
Veja também