Genevaldo Silva

Genevaldo Silva

Opinião & Política - Contato (86) 99839-8180 / 99423-5410 - E-mail: [email protected]

Geraldo Júnior perde direção do Hospital de Demerval Lobão

17/05/2019 15h55 - atualizado

O ex-prefeito de Demerval Lobão, Geraldo Júnior, foi exonerado pelo governador Wellington Dias da direção do Hospital Estadual João Luís de Morais. A portaria foi publicada no diário Oficial do Estado na edição do dia 14 de maio.

O ex-prefeito foi substituído interinamente pela enfermeira Andreia de Abreu Cavalcante ligada ao prefeito Júnior Carvalho e que foi secretária de Saúde em Demerval Lobão.

  • Foto: DivulgaçãoExoneração de Geraldo JúniorExoneração de Geraldo Júnior

Geraldo Júnior comandou o Hospital durante o primeiro mandato de Wellington. A mudança no comando do Hospital demonstra força política do prefeito Júnior Carvalho em detrimento do ex-prefeito que apoiou Assis Carvalho para deputado federal. O prefeito Júnior trabalhou na campanha da deputada Rejane Dias para a Câmara Federal.

Essa troca também mostra a perda de poder do deputado Assis junto ao governador. O deputado sempre teve grande influência na maioria das indicações dos hospitais regionais.

Eleição para deputado

Na eleição de 2018 Geraldo Júnior mostrou força política perante o eleitorado demervalense e deu 1 614 votos para Assis Carvalho. E para seu candidato a deputado estadual, Severo Eulálio, ele conseguiu 1 744 votos. Pelo que se sabe, Severo nunca andou em Demerval. A não ser quando passa pela BR 316, que corta a cidade, em direção à sua terra natal, Picos.

Essa votação expressiva para seus candidatos a deputado, deixou algumas lideranças políticas da cidade espantadas e preocupadas. Comenta-se nos meios políticos, que Geraldo Júnior poderá ser candidato a prefeito em 2020 pela oposição. Diversas lideranças políticas da cidade achavam que o ex-prefeito estava “morto” politicamente. Pelo visto, se enganaram.

Mais na Web