Genevaldo Silva

Genevaldo Silva

Opinião & Política - Contato (86) 99839-8180 / 99423-5410 - E-mail: genevaldosh1@gmail.com

Juiz transfere inquérito que apura crime de gerente dos Correios

22/04/2019 06h50 - atualizado

O Ministério Público Federal está investigando, através de inquérito policial realizado pela Polícia Federal, uma denúncia contra o funcionário dos Correios Thiago de Castro Tataia Soares acusando de ter cometido crime de peculato previsto no art. 312 do Código Penal (Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio). O processo tramita na 1ª vara da Justiça Federal.

De acordo com o MPF, Thiago de Castro, enquanto gerente da agência dos Correios do município de Dirceu Arcoverde, teria se apropriado de R$ 140.574,40 (cento e quarenta mil e quinhentos e setenta e quatro reais e quarenta centavos) em outubro de 2017.

O MPF solicitou ao juiz Francisco Hélio Camelo Ferreira a remessa do inquérito policial para a subseção judiciário de São Raimundo Nonato em virtude do fato ter ocorrido no município de Dirceu Arcoverde, uma vez que o município faz parte da subseção judiciária em questão.

O magistrado acolheu o pedido do MPF e determinou o encaminhamento do inquérito policial nº 599/2018 para a subseção judiciário de São Raimundo Nonato.  A decisão foi publicada nesta terça-feira (16).

Mais na Web