Viagora

Sesapi aumenta número de leitos de UTI Covid no Piauí

Segundo a Sesapi, na rede hospitalar da capital, serão destinados 62 novos leitos para atendimento a população e na região do interior do estado serão 25 leitos encaminhados aos municípios.

Nesta terça-feira (25), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgou que o Piauí contará com 87 leitos a mais de UTI Covid e a atendimento à Síndromes Gripais. A ampliação ocorre de acordo com o número de casos nos municípios.

Segundo a Sesapi, na rede hospitalar da capital, o Hospital Getúlio Vargas receberá mais 50 leitos, outros seis serão destinados ao Hospital Infantil Lucídio Portela e mais seis leitos no Hospital Natan Portela, o que totaliza 62 leitos.

Ainda de acordo com a secretaria, os hospitais localizados nos municípios de Floriano, Piripiri e Parnaíba receberão 25 leitos. Deste número total serão 10 leitos destinados ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, 10 para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano e mais 5 para o Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri.

O Superintendente de Gestão da Rede de Média a Alta Complexibilidade da Sesapi, Alderico, diante da alta taxa de ocupação de leitos que é quase 100%, segundo o gestor, faz uma alerta a população para permanecer se protegendo contra o coronavírus.

“É uma situação preocupante em que a gente emite esse alerta para a população sobre as necessidades de redobrar os cuidados com as medidas de isolamento social, uso de máscara, álcool em gel e a lavagem das mãos”, declarou o Superintendente.

De acordo com o Superintendente, o estado passa por dificuldades para aderir novos profissionais da saúde destinados ao atendimento nos leitos de Covid, devido o aumento dos infectados no quadro médico.

“Atualmente, estamos com 624 profissionais de saúde afastados das suas funções por estarem com Covid ou Síndromes Gripais”, explicou Alderico.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, também destacou que a população precisa reforçar os cuidados para evitar a proliferação do vírus.

“Precisamos reforçar os cuidados para nos proteger, evitar aglomerações, usar sempre máscara e fazer a constante higienização das mãos. Não vai faltar atendimento hospitalar para quem precisar, mas somente com a conscientização de todos é que vamos vencer a Covid-19”, complementou o gestor.

Facebook
Indicado para você
Veja também