Política

Ciro Nogueira quer punição rigorosa por falsa aplicação de vacina

Para o Viagora, o senador Ciro comentou que a medida é uma resposta a atitude de alguns profissionais da saúde que causou revolta na população ao fingirem aplicar a vacina.
03/04/2021 15h30 - atualizado

Em resposta a vídeos divulgados nas redes sociais, em que alguns enfermeiros aparecem fingindo aplicar a dose da vacina contra a Covid-19 em idosos, o senador Ciro Nogueira (Progressistas) apresentou um projeto de lei que propõe a punição para profissionais da saúde que agirem dessa forma, e afirmou ao Viagora que é uma maneira de coibir esse tipo de prática.

O senador, que também é presidente nacional do Progressistas, apresentou o projeto de lei 1140/2021 na última quinta-feira (30), que prevê penas de três a seis anos de reclusão, em tempos de pandemia, além de pagamento de multa. Já em períodos de normalidade, a pena pode variar de um a dois anos de prisão.

Ciro explicou que a medida é uma resposta a atitude de alguns profissionais da saúde que causou revolta na população ao fingirem aplicar a vacina.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraSenador Ciro Nogueira  (Progressistas)Senador Ciro Nogueira (Progressistas)

“Circulou pelo país inteiro diversos vídeos de pessoas de idade sendo vacinadas por maus profissionais e eu acho que aquilo criou uma revolta. Além de ser uma resposta a essas pessoas, é também uma forma de nós punirmos e coibir qualquer tipo de prática semelhante a essa”, comentou o senador.

Ainda segundo Ciro, o projeto de lei também tem como objetivo evitar que a atitude de alguns profissionais da saúde provoque danos na imagem da categoria, que na avaliação do senador, tem sido de grande importância no combate à pandemia.    

“Nós temos uma quantidade muito grande de profissionais da saúde que estão enfrentando essa pandemia, são verdadeiros heróis, e a imagem deles não pode ficar maculada por esse tipo de gente que fazem isso com os idosos. Então, temos que punir severamente esse tipo de comportamento”, afirmou Ciro Nogueira.

Mais na Web