Piauí

Defesa de Roani Sampaio entra com pedido de liberdade na Justiça

A defesa pede a concessão de liminar e a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares, ou que seja concedida prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico.
03/04/2021 17h45 - atualizado

A defesa da digital influencer Roani da Silva Sampaio, acusada de participação no assalto à casa do empresário Abel Paes Landim em fevereiro deste ano, ingressou com pedido de liberdade junto ao Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

Segundo a defesa, Roani é primária, possui bons antecedentes, é estudante universitária, possui residência fixa, além de ser lactante, por ser mãe de uma criança de 01 ano e 05 meses.

  • Foto: Instagram/Roani SampaioDigital influencer Roani Sampaio é presa por assaltar empresário em Teresina.Digital influencer Roani Sampaio

Conforme a petição, a defesa pede a concessão de liminar e a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares, ou que seja concedida prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico. O habeas corpus corre na 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça e tem como relator o desembargador Erivan Lopes.

A influencer e o namorado Francisco Moisés Sousa Batista Júnior, viraram réus na Justiça após o juiz Lirton Nogueira Santos receber denúncia feita pelo Ministério Público do Estado do Piauí. Caso sejam condenados, cada um dos réus poderá pegar de quatro a 10 anos de cadeia

O caso

No dia 12 de fevereiro, a digital influencer Roani da Silva Sampaio, de 20 anos, natural da cidade de São Luís (MA), foi presa em Teresina suspeita de participar de um roubo na casa de um empresário.

Roani teria marcado um encontro com o empresário José Abel Modesto Paes Landim na casa do empresário. Passados cerca de 50 minutos após a influencer chegar na casa, o namorado dela, identificado como Francisco Moisés Sousa Batista Júnior, e mais dois comparsas chegaram à residência.

Mais na Web