Coronavírus no Piauí

Firmino Filho critica abertura dos supermercados em Teresina

Por meio das redes sociais, o prefeito disse que a abertura dos supermercados em Teresina “prejudica” a estratégia elaborada pela prefeitura para a retomada das atividades.
27/06/2020 11h15 - atualizado

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, se manifestou na manhã deste sábado (27), após a decisão liminar que suspendeu a determinação do decreto municipal e autorizou o funcionamento de supermercados na capital.

Por meio das redes sociais, o prefeito disse que a abertura dos supermercados em Teresina “prejudica” a estratégia elaborada pela prefeitura para a retomada das atividades e reabertura do comércio, já que a medida de fechar os supermercados tinha o objetivo de conter o avanço da Covid-19.

“Posicionamento que prejudica a nossa estratégia de reabertura da economia, indo inclusive de encontro do que pensam os comerciários. Eles também entendem que sem um isolamento social mais rígido agora, não podemos garantir o avanço planejado no próximo dia 6 de julho”, escreveu o prefeito.

Segundo Firmino, a prefeitura ainda não teria sido acionada pela Justiça, mas afirma que irá recorrer à decisão de funcionamento dos supermercados, e ressalta que em Teresina as vidas perdidas não irão virar números, lembrando que neste sábado a ocupação dos leitos de UTI chegou a 85%.

“Por isso, apesar de ainda não termos sido notificados, adianto que vamos recorrer da decisão judicial que autoriza o funcionamento dos supermercados neste sábado (27). Ontem eu ouvi de uma pessoa que “numa guerra não se contam os mortos”. Pois disse e reafirmo. Em Teresina, nenhuma vida vai virar número”, finalizou Firmino.

A insistência das grandes redes de supermercados por continuar com suas atividades normalmente diante da maior crise da...

Publicado por Firmino Filho em Sábado, 27 de junho de 2020

Mais na Web