Coronavírus no Piauí

Mais de 8 mil se cadastraram para transitar pelas barreiras sanitárias

De acordo com a prefeitura de Teresina, a medida adotada tem o objetivo de monitorar o tráfego e orientar as pessoas que estejam apresentando algum sintoma do novo coronavírus.
22/05/2020 18h09 - atualizado

A prefeitura de Teresina informou que já registrou cadastro de mais de 8.650 pessoas que solicitaram autorização para transitarem pelas barreiras sanitárias montadas entre as cidades de Teresina e Timon durante o período de isolamento.

Segundo a prefeitura, as barreiras sanitárias localizadas nas três pontes que ligam as duas cidades são compostas por profissionais de saúde, trânsito e segurança. A medida adotada tem o objetivo de monitorar o tráfego e orientar as pessoas que estejam apresentando algum sintoma do novo coronavírus.

  • Foto: Divulgação/ Prefeitura de TeresinaMais de 8 mil pessoas se cadastraram para transitar nas barreiras sanitáriasMais de 8 mil pessoas se cadastraram para transitar nas barreiras sanitárias

De acordo com o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), coronel John Feitosa, devido ao feriado antecipado desta sexta-feira (22) e as medidas mais rígidas determinadas pelo governo do Piauí, a prefeitura de Timon informou que a Ponte Metálica será fechada e só será reaberta na madrugada da próxima segunda-feira (25).

“Nesse período, a partir de 24h desta quinta, a Ponte estará fechada nos dois sentidos. As pessoas só terão acesso pelas pontes José Sarney e ponte Nova”, explica o comandante da Guarda Municipal.

Conforme a prefeitura de Teresina, as barreiras sanitárias funcionam 24h, e todas as pessoas que pretendam ingressar na capital deverão apresentar documentos de identificação pessoal, documento de habilitação do condutor e comprovante de endereço residencial, assim como documentos referentes ao veículo, como Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

Além disso, é necessária a comprovação da necessidade de trafegar entre os dois municípios, seja por motivos de saúde ou trabalho. Está permitido o tráfego para servidores e empregados públicos, trabalhadores de empresas privadas, funcionários que atuem em serviços essenciais que morem no Maranhão e trabalhem em Teresina. Alguns casos de atendimentos de saúde também serão permitidos, além de outros casos especificados no decreto.

Para realizar o cadastro que permite o acesso clique aqui.

Mais na Web