Política

Robert Rios confirma PSB na base aliada de Wellington Dias

De acordo com Robert Rios, é natural a reaproximação de Wilson Martins, presidente estadual do PSB com o governador do Piauí.
30/03/2021 14h20 - atualizado

Nesta terça-feira (30), o vice-prefeito de Teresina Robert Rios (PSB) confirmou em entrevista ao Viagora que o Partido Socialista Brasileiro (PSB), que tem como presidente estadual Wilson Martins, irá compor a base aliada do governador Wellington Dias (PT).   

De acordo com Robert Rios, é natural a reaproximação de Wilson Martins com Wellington Dias, levando com consideração que Wilson já chegou a ser vice-governador de Wellington, de 2007 a 2010, e destaca ainda que Wilson foi governador do Piauí de 2010 a 2014 apoiado por Wellington Dias.

Já em relação a participação do PSB à frente de alguma pasta, Robert afirma que os partidos se unem para participar do governo. Nos bastidores há especulação de que Wilson Martins deve assumir a Secretaria de Defesa Civil.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraVice prefeito de Teresina, Robert RiosVice prefeito de Teresina, Robert Rios

“O Wilson e Wellington estão conversando publicamente. O Wilson já foi secretário do Wellington, já foi vice-governador do Wellington, foi eleito governador apoiado pelo Wellington. Eu acho que quando os partidos se unem e fazem acordos, sempre participa do governo, sempre é um acordo político, um acordo administrativo”, afirma o vice-prefeito de Teresina.

Questionado sobre a ida do PSB para a base do governo, Robert Rios relata que Wilson Martins tem total liberdade para tratar sobre o assunto. Robert destaca ainda que no Piauí há dois extremos, ou se apoia Wellington ou Ciro Nogueira (Progressistas).

“Eu acho que tá agindo a mesma coisa o tempo todo. Nós temos aqui no Piauí uma extrema, que é o Wellington Dias com o grupo dele, no outro extremo o Ciro com o grupo dele, e no meio tá aqui eu e o Pessoa. Ou esse meio aqui avança, que é o MDB, ou avança com o Pessoa, com o Marcelo Castro, ou vai apoiar o Wellington ou vai apoiar o Ciro”, comenta Robert Rios.

Mais na Web