Política

“Tenho convicção de que estarei no 2º turno”, diz Gessy Fonseca

A empresária Gessy Fonseca concedeu entrevista ao Viagora e falou sobre sua candidatura, estratégias de campanha e fez críticas à gestão tucana na capital.
05/10/2020 06h29 - atualizado

A empresária e candidata a prefeita de Teresina pelo PSC, Gessy Fonseca, concedeu entrevista ao Viagora, onde falou sobre suas propostas para a capital, estratégias de campanha, a situação atual do seu partido e fez críticas à atual gestão do PSDB no Palácio da Cidade.

Gessy foi anunciada como candidata à prefeitura após a convenção partidária do PSC, representando uma mudança de posicionamento na chapa, já que o advogado Valter Alencar comentou durante a pré-campanha que seria ele quem disputaria o pleito em Teresina.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraCandidata a Prefeita Gessy FonssecaGessy Fonseca concedeu entrevista ao Viagora e falou sobre sua candidatura e estratégias de campanha.

Sobre isso, a empresária afirmou que Valter decidiu retirar sua candidatura para focar em outros assuntos do partido, e que o seu nome foi escolhido pela executiva nacional da legenda.

“Isso aconteceu devido a uma crise nacional. Então ele [Valter Alencar] resolveu se concentrar ali, tanto para a chapa proporcional de vereadores quanto para a chapa majoritária. Aí o meu nome, assim como o de alguns outros candidatos do partido, foi apresentado para a [executiva] nacional e para o grupo do PSC em Teresina, e entre esses nomes o meu foi o escolhido, como uma forma estratégica, vendo o cenário local, que é um cenário que as pessoas querem a renovação, e visto também que Teresina nunca teve uma prefeita mulher, e a mulher está com mais destaque nesse momento da política. Então isso foi feito de forma estratégica, uma chapa com duas mulheres”, comentou.

O partido de Gessy, o PSC, vive momentos de crise, após duas das suas maiores lideranças, o governador Wilson Witzel e o pastor Everaldo Pereira, serem alvos da Operação Tris in Idem, da Polícia Federal. Questionada se isso poderia afetar sua relação com o eleitorado e sua possível gestão na prefeitura, a candidata afirmou que possui conduta ilibada e defende que a lei seja cumprida.

“O caso deles segue em segredo de Justiça. Vai ser apurado mediante a lei. É necessário que a lei seja cumprida, sou sempre a favor da lei. Mas isso não vai afetar de maneira nenhuma, porque a Gessy tem uma vida baseada numa conduta reta, íntegra, justa, um CPF limpo. Então eu acredito que não vai afetar, até porque eu acho que não é sobre o partido, mas sim sobre o candidato em si”, declarou.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraCandidata a Prefeita Gessy FonssecaGessy Fonseca criticou a gestão do PSDB na Prefeitura de Teresina.

A candidata fez críticas à gestão tucana à frente do Palácio da Cidade, afirmando que a população não estaria satisfeita e que haveriam diversas deficiências na administração municipal.

“Eu acho que Teresina precisa, nesse momento, renovar, precisa mudar. A atual gestão teve sim a sua importância, mas que a gente vê que está entregando uma gestão de 30 anos com o básico para a população, que não está satisfeita. A gente está com deficiência na saúde, apesar do índice do Ideb, a gente vê que ainda há uma grande demanda reprimida de vagas, por exemplo, para crianças em creches, as mães precisam trabalhar e não tem onde deixar seus filhos. Em infraestrutura, asfalto, está péssimo, está quebrado. Ontem, eu estive no povoado Torrões e não tem o básico, não tem asfalto, as ruas são de areia, não tem iluminação pública, as pessoas lá se colocaram como estando esquecidas. Então para 30 anos, dava para ter avançado muito mais”, disse.

Em entrevistas anteriores, Gessy afirmou que quer mudar a administração “feijão com arroz” que existe em Teresina. Questionada sobre o significado da expressão, a candidata declarou que significa ir além do básico para os teresinenses.

“Esse feijão com arroz já é algo que se é pregado por essa gestão de 30 anos. O que é feijão com arroz? É o básico. Mudar a gestão feijão com arroz é ser muito mais do que o básico. É uma refeição completa, é o café, o almoço, o jantar. É uma gestão farta, uma gestão próspera, é muito mais que o feijão com arroz, é a carne, o frango, o queijo”, explicou.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraCandidata a Prefeita Gessy FonssecaA empresária afirmou ter convicção de que estará no segundo turno.

Sobre um possível apoio a outros partidos no segundo turno, Gessy afirmou que o PSC ainda não pensa nisso, pois tem convicção que conquistará uma vaga no pleito.

“A gente não discute, porque eu tenho plena convicção que estarei no segundo turno. A gente está trabalhando fortemente para isso, estamos tendo uma excelente aceitação, estamos fazendo um trabalho muito bom. Nesse momento, a gente está concentrado somente nisso”, declarou.

A candidata falou ainda sobre o fato de estar havendo uma maior participação das mulheres na política, afirmando que a mulher a cada dia mais conquista o seu espaço e que isso é reflexão do diferencial que a mulher apresenta.

“A mulher a cada dia mais ela tem tomado seu espaço, tomando seu lugar, principalmente na política. Eu acho que isso é muito importante. Nós mulheres temos muito a contribuir, porque nós temos o nosso diferencial, no cuidado com a família, a gente defende a nossa família como uma leoa, a gente entrega tudo. A gente sempre fala que uma mulher faz 10 coisas ao mesmo tempo, e a nossa chapa é feita de duas mulheres, então a gente fala que 10 mais 10 é 20. Serão duas mulheres na prefeitura trabalhando intensamente, fazendo 20 coisas ao mesmo tempo”, finalizou.

Mais na Web