Viagora

"Por enquanto eu continuo no Partido Verde", declara Teresa Britto

A deputada estadual falou sobre a federação entre o Partido Verde com o PSB e o PCdoB, aprovada pelos presidentes regionais durante reunião nessa terça (21).

Na tarde dessa quarta-feira (22), a deputada estadual Teresa Britto falou sobre a federação entre o Partido Verde com o PSB e o PCdoB, aprovada pelos presidentes regionais durante reunião nessa terça (21).

Segundo a parlamentar, a maioria dos membros dos diretórios do PV, optou por participar da federação, mas que isso ainda será analisado e avaliado como tudo deve acontecer para poder tomar uma posição.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraDeputada Teresa BrittoDeputada Teresa Britto

“Houve uma reunião realmente dos 27 estados e o Distrito Federal, onde a maioria optou por participar da federação e esta federação deve ser com o PSB e o PCdoB. Sabemos que tem algumas dificuldades em alguns estados, eu falo aqui como dirigente nacional, como vice-presidente do partido, então nós vamos analisar durante esse período festivo, e avaliar como vai acontecer tudo isso, esperar acontecer para depois saber tomar uma posição”, disse.

De acordo com a deputada, mesmo após essa aprovação durante a reunião dos presidentes, é preciso que a federação passe por uma convenção nacional da direção.

“No entendimento da maioria dos estados, eles entendem que é necessário haver uma federação, tanto o Partido Verde como outros partidos pequenos, necessitam para ultrapassar a cláusula de barreiras. E vamos ver se isso realmente acontece, porque além dessa reunião é preciso passar por uma convenção nacional, da direção nacional”, declarou.

Questionada sobre a possibilidade de sair do partido devido à federação, Teresa Britto diz que vai avaliar e ressalta que é uma deputada de oposição e que continuará trabalhando pelo Piauí independente da decisão.

“Eu vou avaliar, todo o Piauí sabe que sou uma deputada de oposição, o que eu quero mesmo é continuar trabalhando pelo estado do Piauí, continuar sendo essa voz altiva, ter liberdade de cobrar melhorias e debater os problemas e esse trabalho vai continuar, em qualquer situação, seja eu ficando ou saindo do PV”, afirmou.

Sobre o convite para se filiar ao Progressistas, a deputada destaca que tem um bom relacionamento com o deputado Júlio Arcoverde, com o ministro Ciro Nogueira, além de todos os partidos independente da base, mas que vai avaliar e por enquanto permanece no PV.

“Eu tenho uma boa relação com o deputado Júlio, com o senador e agora ministro Ciro Nogueira, com a deputada Iracema, com Sílvio Mendes, tenho uma relação com todos e inclusive com todos os partidos. Agora essa questão de sair ou de ficar, eu vou avaliar com o partido localmente, com as pessoas que nos apoiam, com a minha família, eu vou avaliar o senário e depois eu tomo uma posição, por enquanto eu continuo no PV”, destacou.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Teresa Britto

Progressistas

Facebook
Indicado para você
Veja também