Coronavírus no Piauí

Covid-19: Governo do Piauí decide reativar leitos de UTI para tratamento

De acordo com o Governo do estado, a rede em Teresina passa a contar com mais 22 leitos. Haverá ainda possibilidade de ampliação de leitos nos hospitais de Floriano e Parnaíba.
05/01/2021 19h27 - atualizado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio do Centro de Operações Emergenciais (COE), decidiu pela reativação e implementação de novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) nos hospitais do Piauí.

De acordo com o Governo do estado, a rede em Teresina passa a contar com mais 22 leitos, sendo dez no Hospital Getúlio Vargas (HGV), sete no Hospital Natan Portela e cinco no Hospital da Polícia Militar (HPM). Haverá ainda possibilidade de ampliação de leitos nos hospitais de Floriano e Parnaíba.

Segundo o secretário Florentino Neto, a Sesapi e o COE vão monitorar periodicamente os leitos clínicos e de UTI e, será feita a ampliação de acordo com a necessidade de cada região.

A Sesapi estima que 140.923 pessoas já estejam recuperadas ou seguem em acompanhamento que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte. Ainda segundo o órgão, dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 414 ocupados, sendo 241 leitos clínicos, 160 UTIs e 13 leitos de estabilização. Ao todo, foram 7.654 altas até o dia 4 de janeiro de 2021.

Os casos do novo coronavírus confirmados no estado somam 144.200 distribuídos em todos os municípios piauienses. O número de óbitos chega a 2.863, sendo registrados em 201 municípios.

Mais na Web