Política

Eleições: Mesários são convocados por e-mail, telefone e WhatsApp

Se houver tentativas frustradas de comunicação eletrônica, a Justiça Eleitoral afirma que enviará correspondência simples, e o cumprimento de mandado poderá ser feito por oficial de Justiça.
21/08/2020 09h42

O TSE informou que os mesários que vão atuar nas eleições municipais deste poderão ser convocados por mensagens de e-mail, WhatsApp e ligações telefônicas.

Após receber o comunicado, o cidadão selecionado precisará validar o recebimento da mensagem em até três dias úteis.

Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a medida inédita evita que o cidadão precise ir ao cartório para confirmar sua participação, e ainda contribui para a manutenção do isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus. O treinamento dos mesários também será feito preferencialmente de forma online.

Se houver tentativas frustradas de comunicação eletrônica, a Justiça Eleitoral afirma que enviará correspondência simples, e o cumprimento de mandado poderá ser feito por oficial de Justiça.

Desde a última terça-feira (18), os juízes eleitorais estão autorizados, a nomear os mesários, os membros das mesas receptoras votos e de justificativas, além dos eleitores que atuarão no apoio logístico dos locais de votação. O prazo para as nomeações termina no dia 16 de setembro.

Conforme a Justiça Eleitoral, podem ser convocados para trabalhar no dia da votação qualquer eleitor com mais de 18 anos em situação regular com a justiça eleitoral, desde que não sejam candidatos e ou parente de alguém na disputa por um cargo eletivo no pleito.

Também estão impedidos de ser mesários os integrantes dos diretórios de partidos que exerçam função executiva, os agentes e autoridades policiais, assim como os funcionários com cargos de confiança do Executivo e os que pertencem ao serviço eleitoral.

Com informações do R7.

Mais na Web