Coronavírus no Piauí

Firmino Filho amplia horário de funcionamento dos serviços de saúde

Além dos serviços de saúde, o decreto amplia a quantidade de pessoas em celebrações religiosas em Teresina para 50% da capacidade do local.
18/09/2020 17h45

Nesta sexta-feira (18) o prefeito Firmino Filho assinou um novo decreto que amplia os horários de funcionamento dos serviços de saúde em Teresina, além de autorizar também a ampliação do número de pessoas em celebrações e templos religiosos na cidade.

Com base no novo decreto, os atendimentos dos serviços de saúde ambulatoriais poderão funcionar de segunda à sábado, nos horários de 7h às 18h, no setor públicos. Já os estabelecimentos de saúde da rede privada, poderão funcionar das 8h às 18h.

De acordo com secretário municipal de governo, Fernando Said, a medida foi tomada devido à queda nos números de casos e mortes registradas na capital devido à Covid-19, e devido à redução no número de internações.

“As pesquisas sorológicas mais recentes indicam uma estabilização e queda nos casos de coronavírus em Teresina, inclusive com a redução das internações hospitalares. Por isso, estamos dando seguimento ao nosso processo de reabertura gradual e segura”, afirma o secretário municipal de governo.

Celebrações religiosas

O decreto assinado pelo prefeito Firmino Filho autoriza também a flexibilização das medidas de suspensão das atividades religiosas, e permite a ampliação da quantidade de pessoas dentro de igrejas e locais onde são realizadas celebrações religiosas em Teresina para 50% da capacidade física do local.

Conforme a prefeitura, as atividades religiosas devem continuar respeitando as medidas de distanciamento de dois metros entre os participantes da celebração, e a administração desses locais  devem realizar o agendamento prévio para garantir o cumprimento da determinação.

Já em relação às igrejas católicas, a prefeitura orienta que devem continuar realizando gravações e transmissão de missas de forma virtual. Se a gravação e/ou transmissão ocorrer de forma conjunta com a celebração, o número de pessoas envolvidas na gravação deve ser computado para o cálculo de 50% da capacidade da igreja.

A lotação máxima de 50% da capacidade do espaço também se estende às atividades das religiões de Matrizes Africanas, igrejas Evangélicas, Centro Espirita e demais Organizações Religiosas. A medida busca garantir distanciamento social adequado entre as pessoas nestes ambientes. Caso os estabelecimentos descumpram o decreto, estarão sujeitos a interdição total das atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento.

Mais na Web