Política

Kleber Montezuma gastou R$ 1,7 milhão com a campanha eleitoral

O candidato tucano declarou à Justiça Eleitoral ter gasto R$ 1.786.372,94 com a sua campanha para prefeito de Teresina.
13/11/2020 10h31 - atualizado

Com a proximidade do dia em que acontecerá o primeiro turno das eleições municipais de 2020, marcado para 15 de novembro, os candidatos realizam a declaração dos seus gastos com a campanha à Justiça Eleitoral.

Conforme a plataforma de Divulgação de Candidaturas e Contas do TSE, o candidato apoiado pelo atual prefeito de Teresina, Firmino Filho, e ex-secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma (PSDB), já gastou R$ 1.786.372,94 (um milhão, setecentos e oitenta e seis mil, trezentos e setenta e dois reais e noventa e quatro centavos) com a campanha.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraKleber Montezuma (PSDB)Kleber Montezuma (PSDB).

Os cinco maiores gastos do tucano com a campanha eleitoral foram: R$ 940.000,00 com produção de programas de rádio, televisão ou vídeo; R$ 236.868,00 com publicidade por materiais impressos; R$ 114.985,00 com serviços prestados por terceiros; R$ 112.850,00 com despesas com transporte ou deslocamento; e R$ 110.380,00 com publicidade por adesivos.

O candidato recebeu um total de R$ 2.515.000,00 (dois milhões, quinhentos e quinze mil reais) em recursos para investir na campanha eleitoral, sendo que R$ 1.275.000,00 foram doados pela direção nacional do PSDB, R$ 890.000,00 pela direção estadual do Progressistas, R$ 300.000,00 pela direção nacional do Avante, R$ 30.000,00 por Fernando Fortes Said, e R$ 10.000,00 por Marco Antônio Ayres Correa Lima.

O limite para gastos dos candidatos a prefeito de Teresina no 1º turno é R$ 2.496.880,06 (dois milhões, quatrocentos e noventa e seis mil, oitocentos e oitenta reais e seis centavos) e R$ 998.752,03 (novecentos e noventa e oito mil, setecentos e cinquenta e dois reais e três centavos) no 2º turno.

Mais na Web