Coronavírus no Piauí

“O processo é delicado”, diz Firmino sobre nova fase da reabertura

Segundo o prefeito de Teresina, a nova etapa de retomada é mais difícil por envolver mais estabelecimentos.
29/07/2020 18h13 - atualizado

Após a apresentação da 15° etapa da pesquisa de investigação sorológica de Teresina, nesta quarta-feira (29), o prefeito Firmino Filho fez declarações sobre as novas etapas de retomada da economia na capital, e ressalta a importância de seguir as orientações e protocolos estabelecidos pelas autoridades de Saúde.

De acordo com o prefeito, algumas experiências em outras capitais do Brasil revelam que depois do pico não há um repique da doença, mas é necessário ter cautela, já que segundo ele, há casos internacionais em que a segunda onda da doença veio mais forte que a primeira, cabendo ao poder público fechar novamente o comércio.

“As experiências mostram que depois do pico, não existe mais um repique na mesma intensidade, eventualmente, algum retorno, alguma elevação, pode vim a existir, mas o pico na mesma intensidade não. Mas se nós olharmos para experiências internacionais, existem casos onde a segunda onda pode ser mais forte que a primeira. Diante de tanta incerteza, é fundamental que a gente possa ter muita precaução”, disse o prefeito à TV Cidade Verde.

Nessa semana a Prefeitura de Teresina deu início a uma nova etapa da retomada da economia, e conforme o prefeito, na primeira fase não houve aumento de casos, já que os indicadores da pandemia na capital continuaram a cair. Mesmo com queda nos números, Firmino ressalta que essa nova etapa de retomada é mais difícil, levando em consideração a reabertura de mais estabelecimentos no Centro de Teresina.

“Nós já fizemos o nosso processo de retomada econômica, nós já fizemos a nossa Fase A, tanto a sua primeira etapa quanto a segunda etapa. Esse processo se iniciou no dia 06 de julho, se concluiu na semana passada, e a conclusão que a gente pode tirar é que nessa primeira fase nós não tivemos um repique na doença, a retomada aconteceu e os indicadores continuaram a decrescer. Nós estamos entrando, nessa semana, na Fase B, uma fase um pouco mais difícil porque começa a reativar todo o Centro comercial da cidade de Teresina”, disse Firmino.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

Com a reabertura de novos setores, Firmino Firmo afirma que a prefeitura tem monitorado todo o processo para que não seja necessário fechar novamente o comércio na capital, e ressalta a importância dos empresários seguirem os protocolos específicos de cada setor para assegurar a proteção de colaboradores e clientes.

“Nós estamos monitorando esse processo com muita intensidade para que nessa fase nós não tenhamos nenhum tipo de retrocesso [...] O processo é delicado, complexo. De um lado a doença reduzindo, e de outro lado nós de forma segura, gradual, lenta, responsável, pouco a pouco retomando as atividades econômicas, e é importante dizer: respeitando os protocolos, respeitando as determinações das autoridades sanitárias, e cada estabelecimento fundamentalmente respeitar o seu protocolo. Grande maioria dos empresários estão respeitando, mas infelizmente existe uma minoria que não tem respeitado os protocolos demonstrando assim um desrespeito aos seus trabalhadores, assim como um desrespeito aos clientes. A Guarda Municipal está atenta na região central de Teresina, mas é fundamental que a população ajude nesse processo de fiscalização dos protocolos”, ressalta o prefeito.

Firmino destacou ainda a adesão da população durante o isolamento mais rígido adotado pela prefeitura nos fins de semana do mês de julho, e afirmou que a expectativa é que as medidas mais rígidas sejam adotadas somente na primeira quinzena de agosto, mas ressalta que essa decisão vai depender dos índices da pandemia na cidade.

“Em relação do isolamento do final de semana, a gente tem tido uma grande adesão da população, em todos os finais de semana nós tivemos taxas de adesão bastante significativas [...] Em relação aos dois próximos finais de semana, nós vamos ter esse congelamento da mesma forma que aconteceu no mês de julho. A gente espera que esse tipo de isolamento nos finais de semana que ele possa não ser necessário na segunda quinzena de agosto, mas essa decisão só pode ser tomada a medida que as novas informações estiverem disponíveis”, afirmou o prefeito.

Mais na Web