Coronavírus no Piauí

Piauí é o 3º estado que mais faz testes para Covid-19 no Brasil

De acordo com dados da pesquisa, 10,5% da população piauiense já foi testada, o estado fica atrás apenas do Distrito Federal e do Amapá.
21/08/2020 16h20 - atualizado

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio - Pnad Covid-19 mensal nessa quinta-feira (20) e o Piauí aparece em terceiro lugar entre os estados brasileiros e o primeiro do Nordeste que mais realiza teste para o novo coronavírus.

De acordo com dados da pesquisa, 10,5% da população piauiense já foi testada, o estado fica atrás apenas do Distrito Federal e do Amapá. Dados oficiais do boletim epidemiológico divulgado diariamente pela equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o Piauí já registrou a realização de 254.366 testes para identificação do novo coronavírus.

Segundo o secretário o de Estado da Saúde, Florentino Neto, os resultados da pesquisa comprovam o empenho realizado pelo Estado do Piauí para localizar a doença e realizar o tratamento de forma precoce, medida essa que possibilitou evitar o agravamento de inúmeros casos e o impacto negativo que eles poderiam ter causado à rede estadual de saúde.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíSecretário de Estada da Saúde, Florentino Neto, e o governador Wellington DiasSecretário de Estada da Saúde, Florentino Neto, e o governador Wellington Dias

“Nós testamos 10.5% da nossa população, enquanto a média nacional se apresenta em uma porcentagem de 6,3%. Apenas dois estados nos ultrapassaram em número de testagem e isso comprova as providências que tomamos para o enfrentamento à Covid-19, nos deixando em uma realidade diferencial de vários outros estados”, disse o gestor.

Conforme o Governo do Piauí, dentre as ações que possibilitam esse resultado está o programa Busca Ativa, que detecta de forma precoce os casos da Covid-19 levando a testagem para diversas áreas do estado. Dessa forma, os casos podem ser acompanhados desde cedo, facilitando a recuperação das pessoas.

“Nosso objetivo é salvar vidas, prestar um serviço de qualidade para a população e ter uma comprovação dessa, de que nós estamos tendo êxito em nossos objetivos, é um reforço para continuarmos trabalhando com o maior empenho possível na garantia da saúde do nosso povo piauiense”, complementa Florentino Neto.

Mais na Web