Viagora

FMS anuncia vacinação contra a covid-19 em Teresina nesta segunda

A Sesapi informou que a vacinação em formato de drive thru também será disponibilizada em três terminais do Livramento, Zoobotânico, Buenos Aires e Parque Piauí.

Nessa quinta-feira (30), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulgou o cronograma de vacinação contra a covid-19 em Teresina. A vacinação ocorre na semana do dia 03 a 07 de janeiro.

Segundo a FMS, o agendamento da dose de reforço do imunizante Pfizer foi iniciado a partir das 16h, é preciso que a pessoa respeite o intervalo mínimo de 4 meses após a segunda dose, bem como para as vacinas da Pfizer, Coronavac ou AstraZeneca.

Ainda de acordo com a Secretaria, no período da noite às 18h aconteceu o agendamento de vagas para segunda dose da Pfizer até o dia 06 de fevereiro, respeitando intervalo mínimo de 3 semanas entre as doses anteriores. O agendamento para as vagas deve ser realizado por meio do site da FMS.

A Sesapi informou que a vacinação em formato drive thru também será disponibilizada em três terminais do Livramento, Zoobotânico, Buenos Aires e Parque Piauí. Este formato não precisa de agendamento.

Nestes pontos o público alvo será os adolescentes de 12 anos ou mais que receberão a primeira dose, além da segunda dose da vacina Pfizer, respeitando o intervalo mínimo de 3 semanas entre as doses.

Os imunizantes Coronavac e Astrazeneca também serão ofertados, com intervalo mínimo de 4 semanas entre a aplicação das doses, bem como a dose de reforço, com intervalo mínimo para aplicação de 4 meses após a segunda dose.

Desde o dia 21 de dezembro, a FMS adotou a nova determinação do Ministério da Saúde sobre a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19. O intervalo para a aplicação da dose foi reduzido para quatro meses entre o reforço e a segunda dose e é destinado a população em geral acima de 18 anos e mais.

Conforme o órgão, as gestantes e puérperas, mulheres até 45 dias após o parto, são uma exceção e devem seguir o intervalo de cinco meses após a segunda dose. Outra alteração feita pelo MS é em relação a dose das pessoas imunossuprimidas que após a dose adicional devem tomar outra dose de forço respeitando o intervalo de quatro meses.

A Sesapi afirma que as regras são válidas para as pessoas que se vacinaram com os imunizantes da Coronavac, Astrazeneca e Pfizer. As pessoas que se vacinaram com a Janssen devem seguir o mesmo esquema adotado anteriormente, ou seja, receber a segunda dose, dose de reforço, com o mesmo imunizante em um intervalo mínimo de dois meses do esquema primário.

Facebook
Indicado para você
Veja também