Viagora

“As mulheres tem que ser respeitadas na política”, diz Rejane Dias

A deputada federal falou sobre a lei recém sancionada pelo Governo do Piauí que protege as mulheres contra a violência política.

A deputada federal Rejane Dias (PT) falou sobre a lei recém sancionada pelo Governo do Piauí que protege as mulheres contra a violência política e criticou o cenário no Brasil. A declaração da parlamentar foi dada durante a entrega do Cartão Pro Social na última quarta-feira (29).

A deputada explica que é coautora do projeto e afirma que existe uma bancada feminina muito atuante na Câmara Federal.

  • Foto: AscomDeputada Rejane Dias.Deputada Rejane Dias.

“Nós temos uma bancada muito atuante na Câmara, inclusive sou coautora do projeto que criou mecanismos para coibir a violência política contra as mulheres. Seja através das redes sociais, nos espaços de poder que estamos inseridas”, afirmou.

A parlamentar ressalta que as mulheres devem ser respeitadas na política e que não existe democracia sem igualdade entre os gêneros.

“Eu creio que com essa iniciativa do estado e com as leis que conseguimos aprovar na Câmara Federal, nós vamos conseguir dar passos importantes, as mulheres tem que ser respeitadas na política. Não existe democracia se não tivermos igualdade entre homens e mulheres”, disse.

Segundo Rejane Dias, no Brasil, a representatividade feminina é muito aquém apesar das conquistas, onde só existem 15% de mulheres na Câmara e no Senado Federal.

“Somos o país que se compara aos países onde as mulheres usam burcas, ou seja, a representatividade feminina está muito aquém. Apesar das conquistas que já tivemos. Só temos 15% de mulheres na Câmara e no Senado federal. Por tanto essa iniciativa é muito importante”, declarou.

Facebook
Indicado para você
Veja também