Viagora

"É decisão tomada da maioria do PSDB apoiar Sílvio", diz Edson Melo

O vereador explicou que grande parte dos membros do PSDB devem desobedecer a indicação de um outro nome caso a federação com Cidadania seja concretizada.

Na manhã desta quinta-feira (17), o vereador Edson Melo declarou que se a federação entre PSDB e Cidadania for concretizada, não apoiará o candidato a governador indicado pelo partido, pois seu apoio é destinado ao ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes.

O parlamentar ressaltou ao Viagora que grande parte dos membros da sigla tem uma amizade e afinidade com o pré-candidato ao governo, Sílvio Mendes, e dessa forma se houver outro nome na disputa os correligionários devem desobedecer a indicação do PSDB.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraVereador Edson Melo
Vereador Edson Melo

“Essa questão da federação entre partidos está acontecendo só a nível superior, no caso da direção nacional dos partidos, nós que somos aqui Luciano Nunes, presidente do PSDB, e eu presidente do diretório municipal, nós só recebemos notícias através da imprensa então nós não temos conhecimento do que possa acontecer. O que nós percebemos é que existe uma maioria expressiva do PSDB do Piauí e especificamente de Teresina que tem uma profunda ligação de amizade, afinidade com o Dr. Sílvio Mendes, então se vier essa federalização com o Cidadania e tiver outro candidato a governador nós não vamos obedecer ao que indicar o partido, não seguiremos o PSDB”, afirma Edson Melo.

Diante da indicação de um outro nome, Edson Melo afirmou que terá decisão própria, porém não poderá sair do partido, visto que não existe janela partidária para vereador. O parlamentar destacou ainda que está pronto para receber as consequências do seu apoio declarado à Sílvio Mendes.

“Nós não podemos até simplesmente sair do partido porque quem tem mandato de vereador não tem janela partidária, ou seja, não permite troca de partido, então nós vamos ficar em uma situação difícil que possivelmente o partido pode até vir tentar um processo de expulsão, mas nós estamos prontos para receber qualquer consequência, é uma decisão tomada da grande maioria do PSDB de apoiar Sílvio Mendes para governador. Não vamos seguir o partido, que fique bem claro.”, complementa.

Facebook
Indicado para você
Veja também