Política

Ciro Nogueira critica Wellington Dias durante convenção do PSDB

O senador afirmou que o governador do Piauí teria “abandonado” o candidato a prefeito pelo seu partido, o deputado estadual Fábio Novo.
14/09/2020 16h00

Na tarde desta segunda-feira, 14 de setembro, foi realizada a convenção partidária do PSDB para as eleições deste ano em Teresina. Na ocasião, estiveram presentes lideranças do partido, como o prefeito Firmino Filho, o ex-deputado Luciano Nunes, o deputado Marden Meneses e o candidato a prefeito, Kleber Montezuma, assim como lideranças aliadas, como o senador Ciro Nogueira e o candidato a vice-prefeito, R. Silva.

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, comentou sobre a aliança formada pelo seu partido com o PSDB e sobre as perspectivas para a campanha de Kleber Montezuma.

“O Kleber chega agora no início das convenções, com um índice bem melhor que o Sílvio e o Firmino quando iniciaram as suas campanhas. Acho que a expectativa é a melhor possível e Teresina vai ter a oportunidade de avaliar os candidatos e quem tem capacidade de conduzir a nossa prefeitura”, disse.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraSenador Ciro Nogueira (Progressitas)Senador Ciro Nogueira (Progressitas).

Para o senador, a eleição em Teresina será decidida no segundo turno, que ele acredita que será disputado por Kleber Montezuma e Dr. Pessoa (MDB), atual primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto mais recentes.

“Na hora que o Kleber passar o segundo colocado, já se inicia o segundo turno, no meu ponto de vista. Os outros candidatos, fatalmente, irão definhar. Essa é a minha previsão. Acho que aí começa verdadeiramente a eleição”, afirmou.

Ciro ainda fez críticas ao governador Wellington Dias (PT), afirmando que o gestor teria “abandonado” o candidato a prefeito pelo seu partido, o deputado estadual Fábio Novo.

“O candidato que está em 1º lugar, foi deputado e vereador e é muito conhecido em Teresina. O 2º colocado é um candidato do governador. Ele [Wellington] abandonou até a história do Fábio Novo. Ele foi completamente abandonado pelo governador, que de qualquer forma tem sua força eleitoral em Teresina. É como eu falei, na hora que o Kleber passar o 2º colocado, começa o segundo turno. Da mesma forma que o governador abandonou o Fábio Novo, ele deve abandonar o Fábio Abreu e aí deve apoiar o Dr. Pessoa”, disparou.

O senador afirmou que a oposição tenta destruir o projeto de cidade construído durante as gestões anteriores, mencionando que o fechamento da Solar Coca-Cola, onde 100 funcionários foram demitidos, eram de responsabilidade do governador.

“Teresina amanheceu hoje com mais um presente do governador, o fechamento da Coca-Cola. Esse foi mais um presente do atual governador a essa cidade. Temos que decidir agora se Teresina ganha ou perde. Se vamos retroceder. [Existe] projeto de destruir o que construímos. O melhor para essa cidade é Kleber Montezuma”, completou o senador.

Mais na Web