Coronavírus no Piauí

Wellington diz que Brasil receberá 10 milhões de doses da Sputnik

Segundo o governador, até o momento não há uma data definida para a chegadas das doses da vacina, mas que essa data deverá ser definida com o Fundo Soberano Russo esses dias.
08/06/2021 17h30 - atualizado

O governador Wellington Dias, que também é presidente do Consórcio Nordeste, disse nesta terça-feira (08), que o Brasil deve receber neste mês de junho 10 milhões de doses da vacina russa contra a Covid-19, a Sputnik V, e que a cidade do estado que será escolhida para que boa parte da população seja imunizada será definida cientificamente.

Segundo o governador, até o momento não há uma data definida para a chegada das doses da vacina que já foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas que essa data deverá ser acertada com o Fundo Soberano Russo.

“Não tem uma data definida porque vamos ter que acertar isso, de hoje para amanhã, com o Fundo Soberano Russo, o que eu sei é que a vacina está disponível. O lote de junho, que são 10 milhões, de julho e agosto também, e agora nós vamos acertar também esse cronograma de mais ou menos 7 milhões de doses que eram para ser entregues no mês de abril e no mês de maio”, disse o govenador.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraGovernador Wellington DiasGovernador Wellington Dias (PT)

Questionado sobre qual cidade do Piauí irá receber as vacinas russas para que boa parte da população seja vacinada, o governador explicou que técnicos da FioCruz, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e da Universidade Federal (UFPI) irão escolher cientificamente com base nos números de casos, transmissibilidade e mortes provocadas pelas Covid-19.

“Isso será definido cientificamente, porque é uma pesquisa assim como o Butantan fez com Serrana, assim como fizeram lá atrás fizeram com Manaus, agora será feito com uma cidade de um dos estados. A gente tá confiando ao Instituto Nacional de Qualidade e Segurança em Vacina, que é da FioCruz, coordenado no Piauí com a participação de técnicos tanto da FioCruz Piauí, como da Universidade Estadual, Universidade Federal, para que eles possam escolher pro um critério técnico. Vai ser onde tem maior transmissibilidade, maior número de casos, adoecimento, maior número de óbitos. O efeito de Serrana foi bom, o efeito de Manaus foi bom, esperamos que no Piauí seja ótimo”, explicou.

Na oportunidade, o governador reforçou que com a chegada da vacina russa ao estado, a expectativa é que toda a população do Piauí seja vacinada até o mês de outubro. “O plano é vacinar no Piauí, e acredito que muitos estados do Brasil também poderão alcançar isso, mas no Piauí toda a população, entre 18 e 60 anos, toda demanda de vacinação, seguindo com comorbidades, seguindo com todas as outras que estão previstas, é até o mês de outubro. Esse é o nosso programa”, ressalta Wellington Dias.

Mais na Web